Ônibus urbano na América Latina

Uma das coisas mais difíceis em Santiago do Chile é pegar o ônibus urbano (tomar un autobus), eles dificilmente param no ponto. Quando estive lá, vi muitas pessoas subindo no ônibus ainda em movimento. Já andei muito de ônibus pela América, de um país para outro, ou até mesmo de uma região para outra. Os ônibus em espanhol recebem vários nomes como: bus, autobús (plural autobuses), colectivo, ómnibus e autocar.

Alguns países dão nome singular aos ônibus. Em Cuba, Porto Rico e nas Ilhas Canárias, onde chamam-no de “Guagua”. Vale fazer uma breve nota sobre esta palavra “Guagua”, no Chile ela significa bebê.

Já na Venezuela, Costa Rica, Colombia e Equador, se chama de “buseta” e para o mais conhecido e simpático micro ônibus: busetilla (as vezes chamam também de “buseta”).

Na Colômbia, os ônibus interurbanos, aqueles que percorrem grandes distâncias (largos recorridos) e geralmente usam estradas (carretera) eles o chamam de “Chiva”.

Há também os “bus articulado”, como os que tem em Curitiba e outras cidades do Brasil. Foi o sistema integrado de transporte de Curitiba que inspirou uma das cidades que renasceu para o turismo: Bogotá. Muitas cidades já copiaram esse modelo pelo mundo afora.

Um dos piores ônibus que já peguei foi no Paraguai, tanto o urbano quanto o intermunicipal. Os alguns urbanos têm piso de madeira, cortinas nas janelas e alguns bordados de lã na janela da frente do ônibus, na maioria das vezes (quase sempre) estão sujos (sucio) e coberto de poeira; as janelas laterais que abrem estão soltas, fazendo um barulho ensurdecedor. Em algumas cidades as ruas tem tanto buraco que parece que estamos andando de barco.

Quando fui a Trindad, 249 km de Foz do Iguaçu, passei por quase tudo no ônibus, pessoas vomitando no chão, ou mijando na poltrona, ou comendo no ônibus (comendo peixe empanado, o preferido, principalmente para colocar no pão) e depois limpando a mão na cortina (enfim descobri o uso delas).

Uma coisa devo destacar, ônibus da América Latina são “graciosos e hermosos”. É como os defino para muitos dos ônibus coloridos e de design peculiar, como os da Colômbia, Paraguai, Venezuela, para o delírio de todos os amantes e apaixonados por ônibus.

Palavras relacionadas

  • Butaca: poltrona
  • Peaje: pedágio
  • Autopista: estrada
  • Calle ancha: rua larga, como Avenida Paulista
  • Tarjeta: cartão de transporte

O mais importante quando alguém tiver fazendo sujeira no ônibus você fala
“No haga eso, por favor”.

Sobre o Autor: Jairo Moreira, leitor do Dicas de Espanhol.

4.jpg

Autor Convidado

Este artigo foi escrito por um Autor Convidado do Dicas de Espanhol. Confira o nome do autor no rodapé do texto acima. Seja um colaborador, clique aqui e saiba como participar.

3 comentários

  • 01/04/11  
    Gênio diz: 1

    Realmente, a situação de muitos autobús são precarias nestes países: Chile, Paraguai, Uruguai, Argentina (nem tanto!),Colômbia e outros, mas quem sou para dizer isso? No Brasil isso também é real mas, geralmente é culpa nossa, do povo. Devemos preservar, apesar de pagarmos a passagem, no entando de alguma forma, os ônibus são nossos, não viajaremos apenas uma vez ou veremos estes ônibus apenas uma “veizinha”.

  • 02/04/11  
    Gleicy diz: 2

    Gostei é verdade estive no chile e assim mesmo que funciona parabéns pelo artigo..

  • 02/11/11  
    Maria Marlene de Araujo diz: 3

    Gostei muito porque estou iniciando espanhol e essas dicas me ajudam bastante