Mais diferenças entre o espanhol da Espanha e Argentina

ArgentinaOi galera, como estão? Há alguns dias foi postado um artigo com algumas palavras que poderiam causar uma pequena “confusão” dependendo do país onde elas fossem utilizadas.

Encontrei outras palavras que podem causar uma dúvida dependendo de onde estamos, nesse caso Argentina ou Espanha, espero que gostem.

1. Coger

(ARGENTINA): Ter relação sexual com alguém. (forma vulgar – na Espanha joder)
(ESPANHA): Pegar, apreender, colher, recolher e etc. (na Argentina tomar ou agarrar)

2. Asado

(ARGENTINA): Carne assada na brasa
(ESPANHA): Carne assada no forno.

3. Aguinaldo

(ARGENTINA): O que se paga de extra no final do ano a um funcionário (décimo terceiro no Brasil).
(ESPANHA): Gratificação que se da aos carteiros na época do Natal (ajuda para as festas no Brasil).

4. Bronca

(ARGENTINA): Raiva
(ESPANHA): Discussão ou briga.

5. Manteca

(ARGENTINA): Gordura de leite de vaca (na Espanha mantequilla).
(ESPANHA): Gordura de porco, banha.

Hasta pronto.

5.jpg

Júlio César

Júlio César tem 23 anos e é professor de espanhol desde março de 2008, possui o DELE (Diplomas de Espanhol como Lengua Extranjera) nível superior. Trabalha na WIZARD no estado de Sergipe e aprendeu a língua espanhola no ano de 2007 quando morou na Argentina.

17 comentários

  • 23/09/09  
    Carlos rodrigues Borges diz: 1

    Prefiro hacer un asado como se hace en la Argentina que hacelo como los españoles hacen.

    Alguna persona puede me dizer se como escrebi está cierto?

  • 23/09/09  
    Júlio César diz: 2

    Carlos, você escreveu muito bem, só algumas coisinhas poderiam ser melhoradas, sua frase ficaria melhor assim: Prefiero hacer un asaso como lo hacen los argentinos que hacerlo como lo hacen los españoles. Assim me parece que a frase estaria mais trabalhada, O.k.?!

  • 24/09/09  
    Ricardo G. diz: 3

    Realmente eu acho muito chato isso de generalizar o Espanhol como o da Espanha e o da Argentina. É verdade que temos mais contato com os argentinos. Além das alianças comerciais entra também o quisito esporte, principalmente o futebol e recentemente o tênis. Acho que a única divisão adequada seria a divisão entre o Espanhol Latino e o da Espanha. Nada mais justo.

    Obs: É só minha opinião.

  • 24/09/09  
    Carlos R. Borges diz: 4

    Interessante sua opinião, Ricardo. Porém, mesmo entre latinos há grandes diferenças. O espanhol da Bolivia, Equador…tem diferença com o da Ardentina.

  • 26/09/09  
    Júlio César diz: 5

    Obrigado Ricardo pelo comentario cara, mas o que acontece é exatamente isso que o Carlos Borges comentou.
    Há muitas diferenças entre o espanhol da Espanha e o da América Latina, e na própria América Latina as diferenças estão presentes e eu pude perceber isso quando morei na Argentina e tive a oportuniadde de conviver com pessoas do México, Costa Rica, Honduras, Colombia, Equador, Bolivia, Chile, Peru, Paraguai, Uruguai, Argentina e Espanha. Deu para perceber muito bem essas diferenças, por isso a ideia de mostrar as diferenças entre Argentina e Espanha, porque quando um aluno brasileiro aprende espanhol e quer ir para um país de língua espanhola, ele geralmente, ou na maioria das vezes, não vai à Espanha, é mais fácil ir à Argentina ou a outros países vizinhos. Muito Obrigado novamente pelo comentário, é mostrando a nossa opinião que poderemos melhorar cada vez mais o conteúdo do site.
    Até mais.

  • 02/10/09  
    Marco diz: 6

    Como é a pronúncia de “COGER”? Seria “COGUER” ou “COJER”? No caso, o “G” em espanhol tem a mesma pronúncia que no português do Brasil?

  • 04/10/09  
    Júlio César diz: 7

    Marco, a pronuncia do verbo COGER em espanhol é como se o “GE” fosse um “rre” do português, deu pra entender cara?!

  • 06/10/09  
    Marco diz: 8

    Opa! Valeu cara, entendi sim.

  • 06/10/09  
    Marco diz: 9

    Outra pergunta, o “J” tem som de “RR” do português também? E esse “GE” em qualquer palavra vai ter som de “RRE” ou depende da palavra?

  • 06/10/09  
    Júlio César diz: 10

    Veja só Marco, o J tem o som de “rr” do português quando seguido das vogais, exemplo? ja, je, ji, jo, ju. Nesses casos você poderia pronunciar “rra”, “rre”, “rri”, “rro”, “rru”, a pronuncia vai ser muito parecida se não igual.
    No caso do G, a pronucia vai ser parecida com a do “rr” do português, quando ele vier seguido das vogais E e I, exemplo: ge e gi. Nesses casos você pode pronunciar como se fossem “rre” e “rri”.
    Já nos casos onde aparece GA, GO e GU, você pronuncia igual ao português, beleza Marco?! Qualquer dúvida é só escrever cara.
    Até mais.

  • 03/12/09  
    Aderbal diz: 11

    Boa,boa !!!
    Com certeza aprenderei Espanhol poraquí !
    Muitos amigos colaboram para o melhor aprendizado,como por ex.o colega Julio Cezar.
    Muito obrigado pela parte que me toca.
    Deseo mucho a hablar en español.Saludos !

  • 05/12/09  
    murilo diz: 12

    yo creo que es muy importante para nosotros brasileños,quedar atentos para lo que dice los Argentinos y los Españoles,hay una diferencia es uno dialecto regional.

  • 27/02/10  
    Paulo Roberto diz: 13

    O espanhol é bem mais complexo que eu pensei. Além de saber os falsos cognatos entre o português e o espanhol, eu ainda tenho que saber a diferença de significado de palavras em diversos países falantes do idioma.
    Agradeço ao site por me ajudar neste item.

  • 30/07/10  
    Adriano diz: 14

    Gostaria muito de ouvir o espanhol do Paraguai, da Bolivia, de Cuba, do Equador etc. não só o da Argentina, da Espanha e do México. Não existem só estes 3 países falando espanhol.

    • 02/05/11  
      jhovanny diz:

      Es verdad. En el mundo muchas personas y centro de idiomas sólo consideran o le dan más importancia al español de España, Argentina y de México. Y se olvidan que hay más países que hablan español.

    • 25/09/11  
      cristiane diz:

      ola yo vivie Paraguy yo aprendi ablar un poco el espanhol, es un diferente del espanhol de Argentina y de Espanha me gustaria aprender mas cosas me parece que encontré algo que me va ayudar.

  • 30/07/10  
    Ingrid Primavera Perez diz: 15

    Pois é, sou boliviana, mas atualmente moro em curitiba, a pouco tempo, dou aulas de espanhol, e trabalho o espanhol da forma como foi minha primeira lingua o espanhol, as dificuldades encontradas são justamente os cognatos, como se não bastasse as variantes linguisticas.
    hasta luego.