Falar Portuñol com clientes e turistas não é suficiente

Você já começou a se preparar para os mega eventos que acontecerão no brasil – copa do mundo 2014 e olimpíadas 2016?

O Brasil vai receber dois grandes eventos nos próximos anos, a Copa do Mundo 2014 e os Jogos Olímpicos 2016. O país todo está se preparando estruturalmente para receber pessoas do mundo inteiro e uma das maiores preocupações será a comunicação em diferentes idiomas.

Apesar de ser muito conhecido pela sua hospitalidade, o Brasil também deve desenvolver suas habilidades de línguas, principalmente para receber eventos de tamanha proporção. Além de toda a infra-estrutura necessária para os atletas e turistas, as pessoas envolvidas direta ou indiretamente também precisarão estar prontas para o desafio de relacionar-se adequadamente com este público altamente exigente.

Serão pessoas do mundo inteiro aqui no Brasil, consumindo e visitando, e quem pensa que falar portuñol com esses clientes e turistas será aceitável e produtivo, está enganado. Ter pessoal capacitado para falar e compreender o Espanhol, é muito apreciado pelos clientes e pode refletir positivamente nas vendas e na imagem do País.

Nos próximos 4 anos, a procura de cursos rápidos de idiomas vai crescer e uma dica é escolher línguas que são bastante difundidas e utilizadas, como o inglês e o espanhol. Você sabia que o espanhol é a 4ª língua mais falada no mundo? O idioma perde apenas para o Inglês, o Mandarim e o Hindu.

Por isso, mãos à obra! É importante começar a estudar o idioma o quanto antes, participar de cursos especializados em vendas e negociação, e já se manter atualizado das oportunidades que as empresas, redes hoteleiras, restaurantes, lojas e etc. oferecem. Certamente haverá oportunidades para todos que começarem desde já a aprender idiomas.

Conhecer outras línguas é um bem adquirido para a vida toda. No caso do idioma Espanhol, ainda existe uma outra vantagem para o Brasileiro: O crescimento do mercado Latino-Americano e a liderança cada vez maior do Brasil no continente, o que exige cada vez mais dos profissionais a aptidão de atender, negociar e vender em bom Espanhol.

Durante uma negociação, por exemplo, dominar o idioma transmite credibilidade e segurança à pessoa com quem se está negociando. Além disso, existem peculiaridades de cada nação, no momento da negociação; Uruguaios e Argentinos, por exemplo, apreciam a necessária proximidade profissional, no decorrer do processo de negociação. Os Uruguaios, durante as reuniões, preferem cores sóbrias para a apresentação do vestuário profissional. O Argentino é um negociante firme, de presença, perfil internacional e aberto para o mundo, porém muito apegado a suas tradições e cultura.

Já os Venezuelanos, costumam agir de maneira bastante informal. Uma dica é não se ofender com a quantidade de palavrões durante uma reunião, já que faz parte da cultura local. Já os Colombianos e os Mexicanos, no extremo oposto, mantêm um ambiente bastante formal e apreciam as cerimonialidades. No Chile, uma particularidade é a necessidade que o Chileno tem de conhecer a casa de seu parceiro de negócio, para desenvolver maior confiança e fechar um negócio. Os Espanhóis, podem ser duros na negociação, sendo necessário ter paciência e estar bem preparado e disposto a neutralizar inflexibilidades. Como via de regra, na América Latina, é bom saber que uma reunião que começa com “Usted”, sempre deve finalizar com “Tu”, para sair negócio.

Curiosidades como estas, podem fazer a diferença para quem está aprendendo uma nova língua, pois aproxima o idioma da vida real, faz compreender melhor por que as palavras são faladas de determinadas maneiras, sotaques e gírias, facilitam o aprendizado e tornam o aluno cada vez mais interessado.

Sobre a Autora: Ana Zalcberg nasceu em Montevidéu, Uruguai, e está no Brasil há 5 anos, onde é proprietária da empresa de idiomas Espanhol Fluente. Ana é Mestre em Comunicação e Educação, UNED/NTEDU, Espanha; Licenciada em Publicidade e Comunicação, Universidade ORT, Uruguai; Formação em Novas Tecnologias para a Educação e Comunicação, (UNED/NTEDU, e Universidade ORT Uruguai); Universidade de Belas Artes, Universidade de Belas Artes, Uruguai. Ministra cursos destinados a estudantes, docentes e encarregados de setores; Promove seminários sobre Comunicação na Argentina e no Brasil; Palestrante convidada pela Universidade La Laguna , Tenerife, Espanha, e Universidade Complutense de Madrid, Espanha; Artigos publicados em revistas especializadas de educação; Autora de livros publicados na Universidade ORT, Uruguai; Participou de inúmeros encontros e congressos de Educação e Comunicação na Espanha, Estados Unidos, Uruguai, Argentina, Brasil e Israel.

4.jpg

Autor Convidado

Este artigo foi escrito por um Autor Convidado do Dicas de Espanhol. Confira o nome do autor no rodapé do texto acima. Seja um colaborador, clique aqui e saiba como participar.

10 comentários

  • 04/08/10  
    Dicas de Inglês - Vamos aprender Espanhol juntos? diz: 1

    […] O Brasil é cercado por países que tem o Espanhol como idioma oficial, no entanto ignoramos isso. É como se o nosso país estivesse de costas para a América Latina. Quem já viajou para Argentina ou foi conhecer Machu Picchu sabe que o Portuñol não basta. […]

  • 04/08/10  
    Orlando diz: 2

    Poxa! Excelente post.

    Só fiquei com uma dúvida: e nós, brasileiros, como somos nos negócios?

    Abraços

  • 04/08/10  
    Andressa Ventura diz: 3

    Olá, Alessandro, tudo bem?
    Primeiro, devo te dar os parabéns pelo post. Grande iniciativa!! Muitas pessoas, (como eu, por exemplo) pelo motivo de estar estudando o inglês, esquece da importância de se aprender o espanhol, não é mesmo? Atualmente, estou no nível intermediário de inglês, estudando numa escola de idiomas, e tenho uma dúvida: não seria complicado tentar aprender duas línguas ao mesmo tempo?
    Qual a ordem de estudo que você sugere baseado no material que o site oferece?

    Um abraço e… muchas gracias!! As dicas do EE têm ajudado muito nos meus estudos!

  • 04/08/10  
    Jaqueline diz: 4

    Que-de-mais!
    Nem acreditei quando vi o e-mail hoje. Não podia ser mais legal a iniciativa. Tenho aula de espanhol há 1 ano, e já tinha visto que tinha chegada a quase lugar nenhum até então, e já tinha tomado a iniciativa de começar a fazer com essa língua o que havia feito com o inglês. Então, calcule minha surpresa quando li a novidade!
    Totalmente dentro!

  • 04/08/10  
    João B. L. Ghizoni diz: 5

    Um bom post. Só fiquei curioso ao ver que foi colocado “hindu” como sendo uma das línguas mais faladas do mundo. Não seria “hindi”? E prometo visitar aqui para aprofundar meus conhecimentos do idioma de Cervantes. Boa sorte a todos.

  • 05/08/10  
    Júlio César diz: 6

    Hola Ana, que bueno tenerte acá con nosotros, seguro que tu conocimiento nos va a ayudar un montón.
    Mirá, no más queria decirte que tengo mis dudas si el español ya no es la tercera lengua más hablada, me parecía que el inglês se había ido al cuarto puesto, jejejeje, pero bueno, no importa.

    Muchas gracias por tu colaboración Ana.
    Nos vemos che.

  • 08/08/10  
    Emmanuel diz: 7

    cara q barato, agora um bom blog tb sobre espanhol!

  • 09/08/10  
    sampson diz: 8

    No lo pude creer cuando encontré este sítio. A mi me encanta el castellano, aprendí lo poco que sé en los trés meses que estuve en Argentina. Ahora veo muchas películas en español y escucho mucha música, en especial de España, Argentina y México. Creo que eso me ayuda mucho en el aprendizado.

    Acompañaré. Salu2! =D

  • 27/08/10  
    Gustavo Dias de Oliveira diz: 9

    ¡Así es!
    El español es la segunda lengua universal y más importante en el mundo, solamente detrás del inglés.
    Muchas veces, a nosotros nos gusta tanto el inglés, y la praticamos tanto que olvidamos que vivimos en un país donde estamos cercados por nuestros hemanos latinos, y que el español es la lengua com más hablantes en el mundo, sólo detras del Mandarin(chino).
    Entonces así es… es muy bueno aprender español.
    ¡Gracias!

  • 29/12/10  
    CRISTINA diz: 10

    gostaria muio aprender a falar espanhol mas as faculdades
    estao caras para mim ,se alguem souber de algo em conta aqui em sao
    paulo me ajude por favor …obrigada