Espanhol x Castelhano

¡Hola a todos! Sei que o tema de hoje é bem básico, mas talvez o meu questionamento seja o mesmo de muitos outros estudantes de espanhol do nível básico, principalmente aqueles que estudam pela internet.

Qual é a diferença entre Espanhol e Castelhano?

Este foi o meu questionamento ao ver que os sites se referiam ao idioma espanhol de diferentes formas. Pelo que pesquisei, espanhol e castelhano são exatamente a mesma coisa, o mesmo idioma. Portanto não há diferença de gramática, pronúncia ou mesmo região onde é falado.

O fato é que o termo castelhano é mais antigo e se refere ao reino de Castela, na Idade Média, quando a Espanha ainda não existia. O site mundo estranho explica muito bem essa situação:

… no século 13, o reino de Castela se impôs aos outros territórios da região que hoje formam a Espanha. Por causa dessa liderança, o castelhano, um dialeto com forte influência do latim, acabou sendo adotado como língua oficial do novo país em 1492, com a unificação dos reinos que correspondem à Espanha atual. A razão por que alguns países optam por chamar o idioma de castelhano e outros de espanhol é apenas política: você dificilmente vai ouvir um argentino dizendo que fala espanhol, já que o nome remete ao período colonial.

Por hoje é só!

¡Nos vemos!

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é analista de sistemas e coordenador do Fórum de Idiomas. Atualmente trabalha em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

Mostrar 25 comentários

  • 03/08/10  
    Fernando Brito Rufino diz: 1

    Você tem certeza que a pronúncia é a mesma? Procurando em alguns sites, inclusive o forvo(dicionário de pronúncia), eu vi que há uma diferença na pronúncia do “L” duplo. Alguns áudios pronunciam como “lh” (ex.: “elha”) e outros pronunciam como “dj” (ex.: “edja”.).
    O estranho é que ambas as pronúncias estão presentes na Espanha, mas fora de lá a pronúncia predominante é a com som de “dj”…

    • 03/08/10  
      Alessandro diz:

      Fernando,

      Existem vários sotaques. Mas não é isso que define se é espanhol ou castelhano.

      Obrigado pelo comentário!

  • 04/08/10  
    Patrícia Oliveira diz: 2

    Fernando, a pronúncia de LL e Y é diferente igual a letra R é diferente em todo o Brasil, mas isso não muda o português, né? Agora eu só vou comentar uma curiosidade: a Argentina é o único país da América que assumiu o “sos” e o “vos” como pronomes mais utilizados para se referir à segunda pessoa da conjugação verbal. Notei isso quando comecei a “chatear” com muitos argentinos. ;)

    • 04/02/11  
      paula diz:

      Si. En Argentina se usa el vos, que tiene la origen en vosmice… como en SP que tambien decimos você y no tú. Otra cosa interesante es que en la America Latina no se usa el pronome vosotros, en su lugar se usa siempre ustedes.

    • 04/02/11  
      paula diz:

      En general hay una diferencia en la conjugacion de la segunda persona del singular en el castellano de Argentina en los tiempos presentes del indicativo y imperativo. Y la mejor parte (para mi jeje) los verbos irregulares en estes tiempos son más faciles cuando se usa el vos y no el tu como segunda persona.

  • 05/08/10  
    Denishooter diz: 3

    Parabéns pela iniciativa.
    Vou estabbelecer como meta o basíco do español até o fim de 2010.

    Hasta luego i suerte.

  • 05/08/10  
    João B. L. Ghizoni diz: 4

    Patrícia, na verdade, “sos” é a segunda pessoa do singular do verbo SER, e não um pronome. Para dizer “tú eres” (tu és, você é), muitos argentinos (e uruguaios) dizem “vos sos”. Reforçando: “sos” é uma forma (coloquial) do verbo SER.

  • 05/08/10  
    João B. L. Ghizoni diz: 5

    Alessandro, perdóname por no te haber felicitado por el texto. Realmente la diferencia entre el español y el castellano es la que escribiste: ninguna (a no ser la preferencia que tienen algunos por decir/escribir (la palabra) “español” y otros (la palabra) “castellano”. Enhorabuena! (Discúlpame, me olvidé cómo se pone la exclamación al principio.)

  • 08/08/10  
    Marcelo diz: 6

    Oi Alessandro, bacana a iniciativa do site e do texto. Apenas a título de informação: estive um tempo em Salamanca (considerada o berço do castellano) e ainda que se aceite perfeitamente a expressão “falar español” (até porque mundialmente é assim que as pessoas reconhecem a língua), eles os Salmantinos e consequentemente Castellanos (região de Castilla y Léon) se referem ao idioma como castellano. Mas a Espanha é uma caixinha de surpresas, pois são muitos os “conflitos” linguísticos: gallego, euskara (ou vasco) e catalán. Além disso, também convivem a essa variedade os chamados dialetos: andaluz, murciano e extremeño. Enfim o que importa é se fazer entender, seja falando español, castellano, o que não rola mesmo é presumir que portuñol ou português faz parte do idioma deles.

    • 08/08/10  
      Alessandro diz:

      Marcelo,

      Obrigado pelo comentário e esclarecimentos.

      Abraço

  • 10/08/10  
    Lígia diz: 7

    ¡Buenas tardes! Morei na Espanha por 3 anos, e sou casada com um catalão. Para eles dizer que a língua é “espanhol” é como uma ofensa, pois como foi comentado aqui, há outras línguas nas comunidades espanholas, como o catalão, o galego, o euskera, o valenciano. Então os espanhóis mesmos consideram o idioma “castelhano”. Já a diferença de pronúncia, claro que muda muito dependendo da região, ainda mais para a América do Sul. Mas no castelhano puro a pronúncia do “ll” é como o nosso “lh”.
    Um abraço.

  • 15/09/10  
    João Cumarú diz: 8

    He conozcido un castellano, el directo del Instituto Cervantes de Recife, Pernambuco, y cuando escuche él hablar al princípio no he entendido. Realmiente son casi dos lenguas distintas en algunos aspectos, pero mucho interessantes. Gracias!

  • 17/09/10  
    Renata diz: 9

    Fue genial haber aprendido la diferencia porque pensé que ambas eran las mismas cosas.

  • 08/10/10  
    José López diz: 10

    Buenos días! La pronunciación y el vocabulario en América Latina y en España es diferente y mucho más entre paises latinoamericanos. Eso no significa que sea el mismo idioma pues la base gramatical es la misma con la excepción de algunas pequeñas cosas como por ejemplo el “voseo”.

  • 24/10/10  
    Mariana Garcia diz: 11

    Muy buenas noches a todos,

    Soy profesora de español desde 1999 y siempre me hacen esa pregunta. Como muy bien explicaste en tu texto, no hay diferencia en la gramática solo en la fonética, y claro la preferencia por el uso de algunos sinónimos.
    Como en Brasil con las palabras “aipim, mandioca e macaxeira”.
    La cuestión del voseo es otra. La RAE lo reconoce pero no lo normatiza.
    Me gustaría felicitarte por tu iniciativa. ¡Enhorabuena!
    Saludos,
    Mariana

    • 07/08/11  
      Elis diz:

      Olá,

      Mariana, adorei o esclarecimento.

      Alessandro, sou frequentadora constante do seu site. Parabéns pela iniciativa e estímulo.

      Estou iniciando meus estudos em espanhol e tenho a seguinte curiosidade: qual a pronúncia/sotaque, aqui na américa latina, que mais se aproxima do utilizado na Espanha? Madrid, necessariamente?

      Outra coisa: a pronúncia em Granada é semelhante à de Madrid? E em Barcelona?

      Alguém pode me ajudar?

      Abraços

    • 07/08/11  
      Alessandro diz:

      Elis,

      Obrigado por frequentar o DE. Acho que sua pergunta vai dar uma ótima discussão lá no fórum de idiomas. Acabei de instalar um chat lá também.

      https://www.forumdeidiomas.com.br/

      Aguardo sua participação.

      Abraços,

    • 09/11/11  
      Rosy diz:

      olá professora Mariana,você possui e-mail que possa me passar para me esclarecer algumas dúvidas, o meu fica a sua disposição

  • 07/02/11  
    Ellen Cristina De lima diz: 12

    nossa…estava pesquisando os sinais e pontuações em espanhol e achei esse site…
    aprendi a diferença entre o espanhol e castelhano (q não é nenhuma) na aulaa de español hj…

  • 21/02/11  
    joao adalberto da cunha diz: 13

    gostaria de poder saber mais sobre,a diferença do espanhol pro castelhiano e quantos paises falam o espanhol original da espanha.

  • 22/03/11  
    gabriel nascimento diz: 14

    claro que el español não e igual el casteliano

  • 22/03/11  
    Geandry Santana diz: 15

    Oi pessoal, estou fazendo um intercambio aqui no Canada e TODOS OS MEUS AMIGOS falam espanhol… Inclusive aprendi muito de espanhol tambem, eles falam que eu falo como um Mexicano.

    Mas o que eu quero dizer eh que eu tambem tinha essa duvida de castelhiano x espanhol…. e na verdade eles (america latina) dizem que nao tem diferenca nenhuma. Ja os espanhois dizem que sim.
    Os latinos dizem que as vezes eh muito dificil entender os espanhois e as vezes os venezuelanos, os da Venezuela falam muito rapido e trocam muitas palavras e bem legal isso…. Mas nada influencia na comunicacao….

    Pessoal se alguem esta aprendendo Espanhol eu recomendo o sotaque latino incluive o Mexicano, espero ter ajudado… e desculpa pela falta de acentuacao o teclado aqui nao tem….fui

    • 23/03/11  
      Alessandro diz:

      Geandry,

      Obrigado por compartilhar conosco a sua experiência.

      Bom intercâmbio aí!

      Abraço,

  • 19/01/12  
    Victor Ponce diz: 16

    Hola, soy profesor de español formado en la universidad villarreal , la explicación es bueno , pero con pequeños detalles de historia ya que la referencia de por que Castellano se refiere más a la invación de los turcos los castilla fueron quien lideraron la revolución para lobertarse de ellos , por eso que es llamado de catellano y no necesariamente por que se impuso a los demas pueblos , ya que ellos tubieron que unirse para luchar contra los turcos

    • 19/01/12  
      Alessandro diz:

      Gracias!