Ensinar é a melhor forma de aprender

Eu nunca fui o primeiro aluno da turma, nem mesmo quando eu sentava na primeira fila (desculpe a piadinha infame). Na verdade sempre tive um desempenho mediano na escola, no entanto eu tinha um diferencial.

Sempre que possível eu ajudava os colegas que estavam com dificuldades em determinadas matérias, às vezes eu estudava com o objetivo de ensinar. O interessante é que com isso eu conseguia fixar muito mais rapidamente aquilo que eu precisava aprender.

Quando se estuda para ensinar, a responsabilidade é muito maior e o empenho para aprender também, afinal de contas, ninguém quer fazer feio na frente de outras pessoas. Deve ser por isso que os educadores depois de anos de ensino criam um lastro cultural notável.

Depois de mais de 4 anos trabalhando com blogs da área de educação, constatei uma evolução acima da média daqueles leitores que estudam e depois ajudam outras pessoas. Basta analisar a evolução de conhecimento das participações nos blogs e fóruns. Isso mostra que a pessoa que ajuda é recompensada em dobro com conhecimento e reconhecimento.

Sobre o reconhecimento eu gosto sempre de dizer que quem ensina esquece o bem que fez, quem aprende dificilmente se esquece da pessoa que ensinou. Pelo menos é isso que acontece comigo. Eu sou capaz de citar o nome das pessoas que me deram boa parte das dicas valiosas que compartilhei até hoje nos blogs.

Você acredita que ensinar é a melhor forma de aprender?

Aguardo comentários!

7.jpg

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é analista de sistemas e coordenador do Fórum de Idiomas. Atualmente trabalha em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

36 comentários

  • 27/01/11  
    Eduardo diz: 1

    Concordo plenamente com você.

    Hoje aprendo já com objetivo de ensinar minha esposa que não tem como dedicar o mesmo tempo que dedico em idiomas.
    Parabéns pelo Blog.

    Abraços,
    Eduardo

    • 28/01/11  
      Alessandro diz:

      Eduardo,

      Tenho certeza que você vai se dar muito bem nos estudos. Bons estudos para você e sua esposa.

      Abraço,

  • 28/01/11  
    Flávia Magalhães diz: 2

    Eu não preciso nem falar que a minha forma de estudar, de aprender, de “encarar” o aprendizado de inglês mudou da água pro vinho depois que achei aquele fórum azulzinho do EE.

    Eu tenho certeza que aprendemos em dobro quando ensinamos, e isso é aplicável em diversas situações da vida: no trabalho, e até qdo vamos ensinar uma receita de bolo pra alguém (será que se eu substituir este ingrediente por aquele outro não vai ficar mais gostoso?)

    Uma conhecida participou de um processo seletivo na KPMG, e numa das fases os candidatos tinham que resolver um monte de exercícios de contabilidade. Enquanto os “egoístas” corriam pra terminar todos os exercícios lindos, corretos e em tempo recorde, algumas pessoas que estavam com dúvida começaram a conversar entre si e essa moça se dispôs a ajuda-los. Ela nem sequer terminou os exercícios dela, dado o tempo que “perdeu” (ou ganhou?) ajudando os colegas. Quem será que conseguiu a vaga?

    Viva o compartilhamento de conhecimento!

    • 28/01/11  
      Alessandro diz:

      Flávia,

      Obrigado pelo comentário, complementou de forma interessante o post. Viva o compartilhamento de ideias e conhecimento!

      Abraços,

  • 28/01/11  
    Luisa diz: 3

    Com certeza, ensinar ajuda muito a fixar o que já aprendemos, a perceber detalhes com as dúvidas dos outros e até a ter mais consciência das nossas próprias dúvidas.
    Acho a inciativa do site de Aprender compartilhando o aprendido muito bacana =)

  • 28/01/11  
    Carla diz: 4

    Oi Alessandro!
    Muito bom o seu texto! Educar realmente auxilia ambas as partes. Não sou educadora mas tenho paixão por línguas e percebo que quando as pessoas me perguntam algo para que eu traduza, o empenho é duplicado, pois a responsabilidade aumenta.
    Mas é muito gratificante, pois assim, se não conheço o significado de alguma palavra corro atrás.

  • 28/01/11  
    Nunes diz: 5

    Concordo plenamente com este tema, por experiência própria. Creio que quando ensinamos o que sabemos, a informação é gravada com maior precisão, afinal, estamos repetindo o que sabemos.
    Na prática, constatei isso nos sites em que estudo idiomas: livemocha e Busuu. Nele, corrigimos exercícios de português feitos por estrangeiros, estudantes da língua. Corrigindo seus exercícios, reparei em coisas que não reparamos normalmente em nossa língua, como: diferentes sons de uma mesma letra estando em lugares diferentes das palavras. Exemplo: rodo (rodu), sete (seti), bolo (bolu), sede (sedi), raro (os dois “R” com pronúncia diferente)…só fui reparar isso ensinando português a estrangeiros. Reparei também o quanto português é difícil, principalmente preposições e gêneros das palavras. É aonde eles mais têm dificuldades, além das pronúncias. Creio que hoje tenho mais conhecimento do português, a partir destas práticas. Além de melhorar meu português, isso me ajudou a entender melhor as estruturas de linguagens de outros idiomas, com isso, desenvolvi melhor o entendimento de outros idiomas. Estou certo que se eu for ensinar o idioma que aprendo, meus conhecimentos serão melhores a respeito. As dúvidas dos alunos também nos fazem pesquisar a respeito, aumentando nossos conhecimentos.

    • 28/01/11  
      Thaisa diz:

      Olá Nunes, eu também participo desses dois sites, há mais de um ano e se você quiser ser meu/ minha amig0(a) por lá, ficarei muito feliz!

  • 28/01/11  
    inez serpa diz: 6

    Realmente,Alessandro. Para ensinar, primeiro temos que aprender,saber.E,do momento em que repassamos,nosso cérebro faz o melhor registro. Ótima a sua explanação. Só devemos ter o cuidado da não-estagnação…um abraço.

  • 28/01/11  
    Luana C. diz: 7

    Com certeza, Alessandro!
    Percebo muito que minha irmã aprende mais quando ela me ajuda no inglês. Rsrsrs
    Devido a estar num período de vestibular, eu consigo reter com mais facilidade quando um colega meu precisa tirar alguma dúvida e não tem como (os cursinhos possuem mais de 200 alunos por sala por aqui) tirarem com eles.
    Claro, faço o máximo, mas isso é verdade, talvez seja um estímulo emotivo, “estarei ajudando alguém com o mesmo objetivo que o meu”, no que se refere a aprendizado!
    Sucess, peace!

  • 28/01/11  
    Thaisa diz: 8

    Esse ano vou fazer estágio de inglês pela faculdade e estou super anciosa! aprendi um pouco de espanhol num cursinho, mas por não praticar tem muita coisa que esqueci e com as dicas do blog que estou recebendo por email, está me motivando a aprender mais.(gracias)
    Eu também ajudei bastante gente pelo livemocha, mas eles modificaram o site e não aparece as minhas participações, enfim o importante é que alguém aprendeu algo, assim eu imagino,rs

  • 29/01/11  
    José Soares diz: 9

    Caro Alessandro,
    Isso é mais do que verdade . Já aconteceu comigo.
    Por curiosidades e vontade de não fazer feio, comecei a gostar de literatura, simplesmente porque achei muito gratificante ensinar e comentar àqueles que estão aprendendo o meu idioma. O que vc ensina jamais sai da sua mente. Então é preciso ensinar bem e com amor. Quantas pessoas, talvês, nem amava inglês ou espanhol e, lendo o seu blog, devem estar te elogiando neste momento por aprender tais idiomas? É o feedback mais gostoso da vida é sermos lembrados pelos nossa dedicação ao semelhante.
    Soares

  • 29/01/11  
    Katia diz: 10

    Olá Alessandro, Deus continue te abençoando. Para que vocês possa abençoar mais pessoas. Parabéns!
    Um abraço.

  • 29/01/11  
    Suziy Santos diz: 11

    Concordo contigo, a melhor maneira com certeza é ensinando e tu jpa explicaste tão bem os motivos que talvez não precise acrescentar nada.
    ;)

  • 30/01/11  
    andreas diz: 12

    Como diz o provérbio latim: Docendo discimus.
    E´a sabedoria dos milénios. Os alunos nos ajudam com as suas perguntas. Graças a elas podemos perceber muitas coisas que nos fugiram quando aprendemos.

  • 31/01/11  
    VANDA diz: 13

    Que legal seu texto.Tudo que a gente dà,mesmo em ensinamentos,sempre recebe em dobro.

  • 31/01/11  
    Alessandro diz: 14

    @todos

    Gracias! Fico feliz de saber que todos concordam comigo. Agora é só botar em prática, vamos espalhar o conhecimento adquirido.

    ¡Hasta!

  • 01/02/11  
    Gênio diz: 15

    Essa troca de informações é essencial para o aprendizado mútuo, com certeza seguiremos essa dica de hoje.¡ Muy bien!

  • 01/02/11  
    claudia diz: 16

    Alessandro,
    Concordo com vc em gênero, número e grau. Nós aprendemos muito ensinando. Seu texto é muito interessante e nos faz pensar e acreditar que o estudo do idioma é um ato contínuo e diário. Eu por enquanto estou só ensinando, mas quem sabe daqui a um tempo posso falar estando na sua posição. Valeu a dica. Abraço, Cláudia Sampaio

    • 22/03/11  
      Wilma Monteiro diz:

      Mas Claáudia até aqui o EE nós nos encontramos?
      beiJÃO

      Wilma

  • 03/03/11  
    Aline diz: 17

    Concordo plenamente contigo! Estou ajudando (nem digo que estou dando aula rs) uma amiga com o francês e está sendo uma experiência incrível! Com certeza estou aprendendo muito mais do que ensinando…
    Parabéns pelo site! Fantástico!

    Abraços.

  • 19/03/11  
    ANTONIO CARLOS diz: 18

    COM CERTEZA ESTA É A MELHOR MANEIRA DE SE APRENDER , COMPARTILHAR O QUE JÁ APRENDEU , PARABENS.

  • 19/03/11  
    ANTONIO CARLOS diz: 19

    vcs do englishexperts são demais , mais uma vez parabens pra toda equipe, sempre que dá eu divulgo , abração pra todos, very good.

    • 19/03/11  
      Alessandro diz:

      Antônio,

      Obrigado pelo comentário e elogio.

      Volte sempre!

  • 21/03/11  
    Marcia Rodrigues Vieira diz: 20

    Olá, Alessandro concordo com seu texto e estou tendo prova disto este ano, estou me formando em letras-espanhol e o faço a distancia, não tem ideia de como enriqueceu meus estudos ter que correr atras o tempo todo e agora tenho uma turma de ensino medio para ensinar um pouco do espanhol e tenho aprendido muito com eles… qualquer dica será bem vinda… bom dia!!!

    • 21/03/11  
      Alessandro diz:

      Marcia,

      Obrigado pelo retorno. É bom saber que mais pessoas concordam comigo.

      Boas aulas e volte sempre!

  • 22/03/11  
    Mariângela Alves da Silva diz: 21

    Concordo. Sou professora de inglês e frequentemente procuro me aperfeiçoar pesquisando livros, na internet. E, através das dúvidas dos alunos, sempre nos deparamos com algo novo que nos desafia a pesquisar e estudar mais. Adoro a minha profissão, pois ela me ajuda a aprender e desenvolver os meus conhecimentos no idioma.

    • 23/03/11  
      Alessandro diz:

      Mariângela,

      Obrigado pelo seu comentário. Fico feliz que tenha concordado comigo.

      Abraços,

  • 23/03/11  
    Henrique Salgado diz: 22

    Concordo com vc Alessandro, concerteza quando ensinamos ajudamos aos outros e acabamos recebendo em dobro. Como diz aquele velho ditado, “é dando que se recebe”, Jesus também disse “Dêem, e lhes será dado: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês.”
    Parabéns pela iniciativa!! Acho seu blog o máximo!!!

    • 23/03/11  
      Alessandro diz:

      Henrique,

      Obrigado pelas belas palavras. Espero ver mais participações suas aqui no DE.

      Bons estudos!

  • 28/03/11  
    Alciane diz: 23

    Sou professora e é com muita alegria que concordo plenamente com você. Quando se tem a responsabilidade de repassar a outros o que se aprende, parece que as idéia se organizam muito melhor na mente e fluem com mais facilidade. depois de um tempo isso se torna uma coisa automática. É recompensador.

    • 28/03/11  
      Alessandro diz:

      Alciane,

      Obrigado pelo comentário. Fico feliz que tenha concordado comigo.

      Boas aulas!

  • 29/03/11  
    cleo diz: 24

    Alê, vc é “o” cara. Pensei nesse assunto por esses dias. Que interessante vc postá-lo e com todo esse embasamento e argumentos. Muito legal a matéria. Já estou muito redundante mas aqui vai: parabéns !!!!!!!

    • 29/03/11  
      Alessandro diz:

      Cleo,

      Brigadão pelo comentário!

      Abraços,

  • 01/04/11  
    Altina Toledo diz: 25

    acho maravilhosa a ajuda dada por voces temm me ajudado muito em aprender mais ingles obrigada a aqueles que poem suas sugestoes e dicas

  • 01/04/11  
    Altina Toledo diz: 26

    eu tambem penso que ensinar ajuda muito e ensnando que fixamos mais o que aprendemos sempre que discuto com alguem sobre o assunto e pesquiso mais para ensinar mlhor ai e que aprendo muito ate estou pensando em ser auxiliar em alguma escola obrigada pela materia